IMG_1574IMG_1606aIMG_1620

A Vila de Alcochete

Situada na margem esquerda do Estuário do Tejo, a Vila de Alcochete é antiga, possuindo foral desde 1515, porém o território era já ocupado pelo menos desde a época romana. A sua actividade económica esteve sempre ligada ao estuário, ou porque dele retirava riqueza, principalmente piscícola e salineira, ou porque o aproveitava para transporte dos seus produtos até Lisboa, nomeadamente o sal, o peixe, os mariscos, os hortícolas e as madeiras extraídas dos extensos pinhais da zona, as quais serviram à construção das frotas portuguesas que, nos séculos XV e XVI, partiram à descoberta de novos mundos.

Consequentemente, o centro histórico da Vila de Alcochete ainda guarda em si uma malha urbana típica de aglomeração piscatória – o Bairro das Barrocas – com as suas ruas estreitas, rodeadas por construções baixas e modestas, ainda que, aqui e ali pontuem outras, que ostentam maior riqueza e rigor arquitectónico. Muitos dos cruzamentos entre vias resultam em largos generosos, outrora centros de comércio, hoje aproveitados por agradáveis esplanadas, onde o bulício contemporâneo se enevoa em memórias do passado.

IMG_1584IMG_1612IMG_1564