Para os cruzeiros que realiza no Estuário do Tejo, a Agulha Magnética – Magnetic Compass conta com a utilização de embarcações tradicionais construídas ou reconstruídas no Estaleiro Naval de Sarilhos Pequenos, propriedade de Jaime Pereira Costa; em boa parte responsável pelo reaparecimento desses barcos típicos, iniciado na já longínqua década de oitenta do século passado. São passeios fluviais que, fazendo a travessia do Tejo, com partida de Lisboa e destino a Alcochete, atravessam um das zonas de maior riqueza ambiental da Europa, permitindo ao visitante obter magníficas panorâmicas de Lisboa vista do rio.

O principal protagonista destes passeios no rio é o varino “Sou do Tejo”, um antigo barco de carga adaptado ao transporte de passageiros e que possui, hoje, as melhores condições de segurança e conforto.